Diário de escrita — A Bela e a quase Fera #2

9 de outubro de 2021 - Regiane Silva

Diário de escrita — A Bela e a quase Fera

02 e 03/08 (Capítulo 14)

Acredito que esse capítulo é o mais complicado até o momento. O motivo de todo o meu estresse é a alteração que fiz da versão fanfic para a versão livro. Como já mencionei no diário anterior, cheguei na parte da história que reescreverei o enredo por não estar satisfeita com a primeira versão criada.

Até o capítulo 13 foi mais fácil, mas, agora, preciso decidir o plot twist que é a partir dele que saberei o que fazer até o final.

O capítulo 14 não é o problema, contudo, é por meio dele que decidirei os próximos capítulos, por isso precisava finalizá-lo logo, para dar sequência na escrita. Fiquei durante horas olhando a tela do computador, nela havia quatro tipos do plot que eu poderia usar. Eu não gostei de nenhum.

Cheguei a acreditar que a versão original era a única saída, porém, após esquentar os miolos, uma nova ideia surgiu fazendo uma das opções ficar melhor e ser a escolhida.

Não sei como ficará essa versão nova, espero que fique boa e eu não precise alterar nada do que já escrevi, para poder seguir com o enredo.

Confesso que fiquei bem estressada!

Diário de escrita

04/08/21

Resolvi deixar o capítulo 14 com menos informações. Tirei os dados que interferissem nos capítulos seguintes, ao perceber que eu não parava de mudar o enredo. Acredito que tenho mais de vinte versões da história.
Parei e questionei: qual é o meu objetivo com esse romance?

Quero que ele seja leve, gostoso de ler, sem estresse ou desconforto, com uma dose bem pequena de drama, bem pequena mesmo.

Após analisar minha resposta, percebi que todas as versões não estavam erradas, o que estava errado era a carga dramática que joguei em cima delas, destoando o início da história. Percebi que eu posso usar todas as ideias, juntá-las para finalizar o romance, mas preciso tirar 90% do drama e deixar tudo suave. Não perderá o sentido, meus personagens continuarão os mesmo e começarão a caminhar para sua evolução.

Agora, preciso trabalhar meu psicológico que ficou abalado com todo esse estresse. Estou insegura e me sentindo mal. A primeira versão foi fácil de escrever, mas, agora, parece que ergui dezenas de muros que me impedem de seguir.
“Quando você para de correr, talvez seja a hora que você ganhará a corrida” – Good Witch.

Está na hora de parar de brigar com minha história e escrever, testar todas as possibilidades, apenas assim saberei qual dará certo.

Metade do capítulo 15 está pronto e isso me deixa feliz para continuar.

Postagem feita por:

Foto Regiane Silva Regiane Silva

Deixe um comentário para motivar a autora

O seu endereço de e-mail não será publicado.